Os físicos estão empenhados em descobrir uma única teoria que descreva todos os fenômenos do universo, desde as razões que levam duas pessoas aparentemente sãs a contrair matrimônio até os motivos que fazem uma batata fritar em contato com o óleo fervente. O que não sabem esses bisbilhoteiros é que eu já tenho a resposta para tal mistério. Não a obtive, confesso, pela luz da minha inteligência, nem por meus esforços dedicados, mas graças à revelação feita por Lúcio Borja, o espírito de um médico fluminense que viveu no início do século XX em Nova Friburgo, no Rio de Janeiro, e que desde a sua morte vem habitando um comodozinho bem apertado no plano astral, do qual só se afasta quando deseja entrar em contato com algum ser humano para transmitir a sua sabedoria insurrecional. A fórmula da teoria de tudo, tal qual me foi sussurrada por essa alentada criatura durante um dos meus transes mediúnicos, é, como vocês verão, de uma elegância e de uma simplicidade que nos deixam perplexos e ao mesmo tempo com lágrimas nos olhos, especialmente se estivermos sofrendo de bursite anacrônica ou de furúnculo carbonário. Os que não a compreenderem deverão procurar urgentemente um médico de cabeça, pois, fácil como ela é, não há mais nada neste mundo. Aqui vai ela:

T t: s/dxF (49-cp/v).365/xyz.@hotmail.com 6.ii} [560398/x/v/ny/99] x²/aspargo%/!!!!££. (yo/ yo)/ ??????????????????-3³³³³+2@/2³-+++£ [¢+34²²³] – 237x/2³³³³ (990) gmai.com/rsrsrsrsrsrs/kkkkkk/ uauauauauauauau/ snif snif 2% – 4$) bah tchê/ 1³ + 235% ¨¨¨¨/ **)(&!!!/ AA/BB777) –  o sonho  não está perdido / ????++++666/winstonchurchill + 9 – 23948575793399397393292985/5959700xxxxxxx/00 [quem não está satisfeito que se retire] 24 – 8 ++ 43³³ – eu.

Sei muito bem que alguns não acreditarão na veracidade desta fórmula e que, entre esses incrédulos, inúmeros irão dizer que eu sou um fanfarrão disposto a ganhar notoriedade a qualquer custo, sobretudo se for a baixo custo, pois o lucro de um homem é determinado pela diferença entre o que sai e o que entra, no bom sentido, é claro. Mas, para aqueles que são conhecedores das línguas ocultas e dos mistérios célticos, especialmente das lendas relacionadas com o deus Pryr, nada disso é estranho. Esses sabem que a teoria de tudo aqui revelada pela primeira vez na história da humanidade é tão verídica quanto as promessas de um adúltero contrito.