Torno-me dia a dia o velho que serei em breve.

Vou precisando de menos e menos.

O frugal eleva-se a essencial.

Tudo o mais é supérfluo.

Vou transformando-me grão a grão em um breve resumo de quem já fui.

Locupleto-me ao colecionar amores e decepções.

Mais um punhado de fotografias.

Alguns livros.

Memórias.

E só.

varal

(a foto tirei em Mulungu, na maravilhosa Paraíba, terra em que sonho passar meus últimos dias)