– E aí, Josué, tá tranquilo?

 – Tá favorável. Que manda?

 – Sabe o que é? Eu tenho algumas dúvidas sobre deus e sobre a bíblia. Sei que tu é evangélico e conhece bem o livro. Será que poderia tirar algumas delas?

 – Claro. Na verdade tá tudo muito bem explicadinho lá, mas sei que não é qualquer um que tem a graça da compreensão. Então vou ajudar. Chuta.

 – Pois é, deve ser isso. Bom, Jesus disse “amai-vos uns aos outros como eu vos amei”. Por que vocês pregam tanto ódio?

 – Jesus era um fanfarrão, rapaz. É pra amar todo mundo do jeito que todo mundo é. Ama o rico como se fosse rico, ama o pobre como pobre, o preto como preto e o veado como veado. Não dá pra amar um preto com o mesmo amor que se deve amar o papa. O papa é o papa, caralho. Não pode ser preto, entende?

 – Não sei se entendi. Como você sabe que não pode amar um preto do mesmo jeito que ama um branco?

 – Veja. Eu sei que ele disse pra amar uns aos outros e blá-blá-blá. Mas ele também disse “filho, anda pela luz, não pelo caminho das trevas”. Como é a treva? É branca ou preta? Hein, hein? Agora te peguei. Tá tudo lá, irmão. Você só precisa ligar os pontos.

 – Hum. E o lance de rezar? Vocês vivem dizendo que deus tem um plano perfeito pra humanidade, que ele é sábio. Por que então rezar pedindo alguma coisa? É uma tentativa de convencê-lo de que vocês têm um plano melhor que o dele?

 – Não, amigo. Deus tem um plano perfeito. Mas, brother, são 7 bilhões de gente zanzando por aí. É marmanjo demais pra ele dar conta. Seu plano é fazer o melhor para todos. Quer dizer, todos que não sejam ateus, satanistas, veados, pretos e funkeiros.

 – Funkeiro também não entra no reino do céu?

 – Entrar até entra. Mas entra quando precisam de gente pra fazer algum tipo de serviço extra. Desentupir fossa, cavar poço, roçar quintal, jogar folha seca no chão pra pensar que é outono o ano todo.

 – Jogar folha seca no chão? Como é isso?

 – Você não viu a novela A viagem? Com Antônio Fagundes? Com aquele outro doido que se matou e foi pro umbral? Só música erudita, o povo todo de branco… sacou de novo a história do branco?

 – Não vi. Não gosto muito de novela.

 – Assim não dá, meu camarada. Você precisa estudar. Ver mais tv. Se inteirar da realidade. Esse lance de viver enfurnado em livro vai te deixando lelé. Lembra do Nietzsche? Ficou doido.

 – Só mais uma coisa. Agora eu estou mais confuso. Umbral não é coisa de espírita? Papa não é coisa de católico? Você não é evangélico?

– Eu sou Católico Apostólico Romano Kardecista do Sagrado Coração de Jesus da Graça Pentecostal. Tradução direta da bíblia hebraica pro português pelo Exu Bará.

– Vixe, e agora tem umbanda junto?

 – Tá em fase de estudo.

 – Escuta, os Exus não são Orixás africanos? Terra dos pretos que deus não gosta?

 – É Exu de criação, amigo. Adotado. Por causa das cotas, saca?